Dicas para se lembrar dos sonhos

Em pesquisas na internet você descobre que há pessoas procurando por dicas para conseguirem lembrar dos sonhos deles, os motivos para isso é algo pessoal, por exemplo, há pessoas que acreditam que sonhos são premunições e outros tentam lembrar para relatar em sua psicoterapia. Os motivos nesse momento pouco importam, simplesmente é curioso notar que há pessoas atrás disso.

Já que algumas pessoas querem saber como lembrar dos sonhos resolvemos pesquisar por aí para saber quais são as dicas.

Geralmente quando se fala em sonho automaticamente lembra-se de psicanálise, religião e coisas místicas. Por quê? Foi Sigmund Freud uma das pessoas que mais estudou sobre o assunto, ele escreveu dois livros sobre o tema.

Na Bíblia há relatos de sonhos e recado divino, por esse motivo pessoas religiosas creem que Deus fala através dos sonhos.

Pessoas “místicas” creem que os sonhos também possam ser premunições, pode estar dizendo algo como, por exemplo, números para jogar na loteria

Cada uma das possibilidades acima são distintas uma das outras, a interpretação de sonhos na psicanálise não tem nada a ver com a religião e assim por diante.

Seja lá qual for a sua intenção, segue aí umas dicas para lembrar de seus sonhos

Geralmente lembramos de nossos sonhos ao abrir os olhos ao acordar, mas em geral logo esquecemos. Uma possibilidade é de ter algo para anotar ou mesmo para gravar sua narração sobre seu sonho. Deixe disponível ao seu lado, ao acordar já anote tudo

Se você tiver possibilidade de acordar sem o despertador, de forma mais tranquila é possível que lembre de seus sonhos

Quando deitar para dormir pense “Amanhã lembrarei de meus sonhos ao acordar”. Esse comando poderá disparar um gatilho que fará você lembrar ao acordar.

Se ao acordar não lembrar do sonho, esforce-se durante o dia para lembrar dos sonhos, provavelmente depois de alguns minutos ele virá à sua mente.

Na medida que você for praticando e for lembrando as coisas se tornarão mais naturais e lembrar de seus sonhos será mais fácil.

Uma curiosidade

Para Freud os sonhos são restos diurnos misturados com fatores do nosso passado, também as coisas dos sonhos e pessoas são apenas símbolos. Uma cadeira pode representar outra coisa na realidade, o sonho usa de mecanismo para disfarçar a sua verdadeira intenção.

Já notou que os cenários mudam com rapidez, pessoas têm outros rostos ou outros nomes? Os sonhos seriam um filme psicodélico, nada tem sentido a princípio, com a psicanálise você têm a possibilidade de interpretá-los.

Para quê interpretar os sonhos? Freud achava que eles são uma das via para o inconsciente, por eles é possível acessar certos materiais que apenas pelo discurso consciente não teria como.

Faça o seguinte exercício, principalmente se já faz psicoterapia. Ao lembrar de seu sonho, tente rememorar o dia anterior, as coisas que aconteceram. Você irá perceber com o tempo o que do dia seguinte apareceu no sonho.

Por exemplo:

No dia anterior ao sonho você conversava com uma pessoa sobre a guerra que está acontecendo na Síria. Nesse dia você acaba sonhando com uma discussão feia com alguém. Note que a palavra guerra pode está implícita na discussão do seu sonho, um a coisa pode estar interligada a outra.

Diferentemente das interpretações do senso comum, na psicanálise um determinado objeto não tem um significado fixo. Sonhar com cobra não significa determinada coisa, ela pode significar outras coisas, tudo dependerá da história de vida do sonhador.

Assim como você consegue relacionar coisas no sonho com o dia anterior é possível relacionar com o passado, mas aí já é mais difícil.

Viu que interessante essas coisas de sonhos?

__________________________________________________________________

fonte: Equipe Mundo da Curiosidade

imagem: tinybuddha

Comente com Facebook

comente