Pílula do dia seguinte faz mal e falha

Escolhemos o título do texto “Pílula do dia seguinte faz mal” não para fazer terrorismo, mas para chamar a atenção das pessoas para esse medicamento. Muitas pessoas procuram no Google textos sobre a Pílula do dia seguinte, imaginem o por quê.

Saiba alguma curiosidades a respeito dela

  1. Realmente a pílula do dia seguinte faz mal, principalmente se tomada regularmente
  2. Ela foi feita para casos de raras exceções como caso de estupro, rompimento da camisinha quando não está tomando pílula anticoncepcional
  3. Deve-se evitar ao máximo
  4. Apesar de ser chamada de “Pílula do dia seguinte” é indicado tomar logo após a relação sexual
  5. Não precisa de prescrição médica para comprar
  6. O preço da dela é bem baixo, geralmente entre R$7,00 a R$20,00
  7. Na bula pede para ser tomada até 72 horas depois do coito
  8. Mesmo tomando a Pílula do Dia Seguinte é possível engravidar, ela falha em 15% dos casos
  9. Realmente ela é uma “bomba de hormônio”, pois ela corresponde a uma metade da cartela de anticoncepcional convencional
  10. Ela pode aumentar o ganho de peso
  11. Pode ter feitos colaterais como vômito, dor de cabeça, diarreia e náusea
  12. O ideal é nunca usá-la, mas o menos prejudicial é uma vez ao ano
  13. Bagunça o ciclo menstrual
  14. Pode causar alterações como espinhas e cabelos mais oleosos
  15. Para pacientes com risco de trombose é contraindicada
  16. A pílula do dia seguinte não aborta
  17. A substância principal da pílula é o levonorgestrel

Apesar de todos os poréns dessa pílula há muita gente abusando do seu uso, é até compreensível esse comportamento, mas o sexo tem consequências em vários sentidos e um deles é a gravidez. Sabemos que há outros métodos mais indicados do que a pílula do dia seguinte e que fazem menos mal.

Uma questão importante que pode acontecer, principalmente com algumas pessoas mais jovens, é achar que pode fazer sexo sem camisinha com uma pessoa muitas vezes desconhecida e pensar que basta tomar a pílula do dia seguinte que resolverá. Há dois problemas nessa história. A primeira é que como já falamos há chances de gravidez mesmo com o uso da pílula. O segundo problema é que muitas pessoas adoecem por causa da falta da camisinha, preocupam apenas com a gravidez e esquecem que existem inúmeras doenças sexualmente transmissíveis graves, a aids é apenas uma delas.
Como tudo na vida, fazer sexo deve ser feito com responsabilidade, em uma dessas loucuras a pessoa pode pegar uma doença grave e pode até gerar uma vida sem ter a desejado.
Mais alguma dúvida ou comentários sobre o assunto? Deixe abaixo nos comentários


fonte: Minha Vida

imagem: cbsnews1

Comente com Facebook

comente