Por que os cães dão voltinhas antes de deitarem?

Você já observou que seu cão dá giros em torno de si mesmo antes de deitar? Já parou para pensar os motivos de tal comportamento? Se você tem um cão em casa com certeza já se perguntou sobre isso. Vários comportamentos de nossos cachorros nos intrigam e na realidade ficaremos sempre em dúvida da maioria deles, afinal esses comportamentos são herdados de antepassados muito distantes, então o que se há hoje são teorias a respeito.

Como o que existe são teorias, então vamos às teorias existentes sobre o giro que o cão dá em torno de si mesmo antes de deitar.

cachorro rodando para deitar

  1. A primeira teoria que se criou foi que os antepassados dos nossos cães domésticos tinham esse comportamento de dar giros em torno de seu próprio eixo afim de sentir algum cheiro vindo de algum direção, eles procuravam assim a direção do vento e tentavam com isso sentir algum cheiro de algum outro animal que poderia predá-lo. Se houvesse um inimigo por perto o vento traria o cheiro e o cão logo sentiria o odor, por isso que dar aquelas voltinhas era para tentar captar o vento vindo de todas as direções. Lembrando que os cães têm um olfato superdesenvolvido que lhes dão a capacidade de se guiarem por ele.
  2. Uma segunda hipótese também bem razoável seria que o giro que os cães davam eram para criarem uma espécie de ninho, para se acomodarem, para abaixarem a grama ou mato no qual eles fosse m deitar, lembrando que no passado os cães viviam em matas e não dormiam no sofá como acontece nos dias atuais.
  3. Uma terceira teoria seria que a voltinha para deitar era para ter a certeza de que naquele local não havia espinhos, pedras ou um outro bicho no local que atrapalhasse o descanso do animal, assim as voltas seriam apenas uma verificação se sua “cama” estava bem limpinha.
  4. A outra teoria que os lobos faziam esse giro para ficarem com o nariz de frente para o vento. Diferente da primeira teoria em que eles giravam para tentar sentir algo no ar, essa eles sempre ficavam com o nariz em direção a força do vento para que assim pudessem sentir se algo aproximasse em sua direção.

Como foi dito anteriormente tudo isso são teorias, mas são teorias bem aceitáveis, podemos até dizer que as três pudessem conviver juntas, nada impede. Atualmente esse comportamento não faz mais sentido para nossos cães domésticos, mas eles continuam fazendo por instinto, não só esse, mas outros comportamentos curiosos.

 

Tell Us What You Think
0Like0Love0Haha0Wow0Sad0Angry

0 Comment

Leave a comment

shares